░ Papagaio

O verão está próximo.
Folhas novas enchem os ramos …
De luz, um papagaio verde e vermelho
Dobra-se contra o vento. Dois pedaços
De papel fino
Unidos no meio. Abre o céu.
Tenho três quartos pequenos e um terraço
Onde me sento a ler Han-shan
Ao meu filho recém-nascido ou a fazer
Este papagaio. Os meus haveres são poucos.
Ficarei por aqui.

 


▪ Arvind Krishna Mehrotra
(Índia, n. 1947)
Tradução e Edição – Francisco José Craveiro de Carvalho, in “Fanzine n. 36”, Janeiro, 2016

Anúncios