░ A possibilidade da chuva…

Se a chuva é possível,
tudo é possível: espinafre, alface, rabanete e endro,
até cenouras e batatas, até groselhas
negras e vermelhas, até andorinhas
sobre o lago no qual se pode ver
o reflexo da lua cheia, e morcegos a voar.
As crianças terminam o jogo de badminton e vão para dentro.
Há uma neblina a ocidente. Aos poucos
o cansaço dos meus membros dá lugar ao optimismo. Sonho
que peço emprestado um avião para ir até Colónia.
Devo também eu ir para dentro. O céu já quase escureceu,
uma meia-lua brilha entre ramos de bétulas.
Sinto-me de repente uma retorta de alquimista
onde tudo isto — o calor, o tédio,
a esperança e os novos pensamentos —
se vai fundindo numa coisa estranha, garrida e nova.

 

_
▪ Jaan Kaplinski
(Estónia, n. 1941)
in “Evening Brings Everything Back “, Published by Bloodaxe Books Ltd, Tarset, 2004
Mudado para português por – Vasco Gato (Poeta, Tradutor)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s