░ Poente

disse-te: ama
e tu retorquiste: amarei
e caiu-te um braço.
depois acrescentei: escreve
e tu disseste: escreverei
e soltou-se uma gota de sangue do lenço
da tua mão.
voltei a ti e tornei a dizer-te: sopra o vento com o pôr de sol
e tu foste ver o pôr de sol e esqueceste o vento
e ficaste para sempre numa cadeira de fogo

 

_
▪ Maria Azenha
(Coimbra, n. 1945)
in “Num Sapato de Dante”, Escrituras Editora e Distribuidora de Livros Ltda, SP Brasil, 2012

Anúncios

One thought on “░ Poente

Os comentários estão fechados.