░ Não sei dizer de onde chegam as tuas mãos

Não sei dizer de onde chegam as tuas mãos
Mas essa luz não pertence a este mundo
Só dedos assim tão finos
Poderiam penetrar a espessura da noite
Trazendo ainda frescas umas gotas de manhã.

__
▪ Luís Falcão
(Lisboa, n. 1975 – 2015)
in “Pétalas Negras Ardem Nos Teus Olhos”, Assírio & Alvim, Lisboa, 2007

Anúncios