░ Poema 32

Se a Primavera morrer cedo nos teus olhos virei buscá-los de madrugada
Como um ladrão de estrelas durante a noite deporei o fogo do teu corpo
Num campo de batalha.

 

__
▪ Maria Azenha
(Coimbra, n. 1945)
in “A Sombra da Romã”, Apenas Livros, Lda., Lisboa, 2011

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s